domingo, 29 de agosto de 2010

Vídeo da RTP promove Terras de Bouro - "um dos concelhos do PNPG" ?!...


Numa consulta ao blogue "Terras de Bouro" (que recomendo a quem procurar notícias sobre o concelho), deparei com o seguinte post:
Terras de Bouro no "Portugal Em Directo"
Trata-se, sem dúvida, de um vídeo promocional interessante!
Mas atentem na ideia há muito instalada e que reflete a submissão das autarquias ao PNPG, que nos levou à presente situação: sem voz, sem poder, sem capacidade de decisão...
Ouça-se atentamente a apresentadora Dina Aguiar (minuto 23): "Terras de Bouro, um dos concelhos que faz parte do Parque Nacional da Peneda-Gerês" - ora o concelho não faz parte do PNPG, antes pelo contrário: áreas importantes do PNPG é que fazem parte do concelho de TERRAS DE BOURO.
Hoje, o PNPG dita todas as leis nas áreas em que está instalado (sem aspas)!
Espero que haja da parte dos atuais autarcas* os maiores esforços para que se inverta este estatuto de submissão do poder democrático, verdadeiramente representativo das populações, ao poder tecnocrata, que, incapaz de planear e "fazer", proíbe... proíbe... proíbe...
É fundamental que o Homem respeite a Natureza, mas é igualmente fundamental que, em nome da Natureza, não se desrespeite o Homem.
Nunca confundi o alto valor e interesse da ÁREA NATURAL (criada com as populações durante milhares de anos e que defendo afincadamente) com a instituição PNPG, fundada há cerca de 40 anos, da qual não conheço quaisquer acções significativas de ordenamento da floresta, de valorização da biodiversidade e, sobretudo, de promoção da qualidade de vida das populações.

 * - Declaração de Interesses: fui presidente da Assembleia Municipal de Terras de Bouro, no mandato de 2001/05, e o atual presidente da Câmara Municipal, Joaquim Cracel Viana, é meu irmão.

4 comentários:

  1. Até parece que o Homem não faz parte da Natureza...

    Alguns ecossistemas só estão em equilíbrio com a presença do Homem, como é o caso do Parque Nacional Peneda Gerês.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Sabes bem, meu amigo que imprensa deixou há muito de informar, para apenas seduzir, agredir e...
    manipular!

    ResponderEliminar
  3. Querido professor,
    Este Verão tenho falado muito sobre esse caso devido talvez aos incêndios que nos têm abalado.
    Nas notícias é sempre "Terras de Bouro, Gêres" e não (como penso ser o correcto) "Gerês, Terras de Bouro". Muitas vezes também somos denominados por Terras DO Bouro... Deveríamos ser das vilas mais conhecidas do Norte devido a tudo aquilo que possuímos (por exemplo, parte do PNPG) mas não, "Onde fica Terras de Bouro?" perguntam-me muitos e lá tenho eu de dizer "Perto do Gerês". Estamos abafados por aquilo que de tão bom temos, é necessário que nos façamos ouvir para sermos reconhecidos!
    Beijo!!!!
    Vanessa Oliveira

    ResponderEliminar