quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Canção que me fica no ouvido: "Pão de Pedras" - Pedro Barroso

Pedro Barroso


Quando ouço Pedro Barroso, ecoa-me da sua voz a força de um homem paradigma das vidas saboreadas, dos gestos solidários e das palavras-energia.
Na apresentação do seu livro "A história maravilhosa do País bimbo: Subsídios para uma melhor compreensão sócio-antropológica de um país inverosímil à face de qualquer lógica comum", editado pela Calidum, em 2005 (cuja leitura aconselho vivamente a quem quiser conhecer(-se) o verdadeiro "Tuga"), tive a fortuna de experimentar um dos mais extraordinários momentos de cumplicidade de um artista com o público, numa espécie de concerto "à roda da fogueira".
Sei que Pedro Barroso se tornou "nosso" amigo através da poesia do João Luís Dias. Aliás, devemos ao João Luís as mais harmoniosas "construções com palavras" - POEMAS E RECADOS - e raros momentos de vivência cultural!

1 comentário:

  1. Está fantástico todo este teu espaço. Gostei de tudo. Mas a imagem da foto, caramba, parece que hoje me entrou no peito; se toda a vida, como agora mesmo, me desceu aos olhos!...
    Um abraço, conterrâneo.
    João Luís Dias

    ResponderEliminar