sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Sítios com história(s): o Monte Crasto

O Monte Crasto é, aos olhos de um leigo, um amontoado de penedos, cheio de labirintos. No entanto, numa prospeção mais atenta, poderemos descortinar vários vestígios da presença humana, como alinhamentos de pedras, cerâmica (terracota) e a dita "casa da moura", indícios claros de que aquele monte foi um povoado castrejo. A testemunhá-lo estão também, na Chã do Návia, as várias mamoas*.

Algumas fotografias captadas em "incursões" primaveris:
A caminho da Chã do Návia e do Monte Crasto
Um grupo de "Exploradores", com o Monte Crasto ao fundo
Penetrando nas entranhas...
... mesmo que isso implique destreza.
A Casa da Moura
O mundo visto das "entranhas"
Apontando as "alminhas"
De regresso...
* - Uma mamoa ou tumulus (plural tumuli) é um montículo artificial que cobre uma câmara dolménica. Pode ser de terra, revestida por uma couraça de pequenas pedras imbricadas, ou ser apenas constituída por pedras." (wikipedia.org)

2 comentários:

  1. Olá. Onde fica exactamente situado este monte? Não consigo encontrar nenhuma informação relevante através dos motores de pesquisa...

    ResponderEliminar
  2. http://www.cm-terrasdebouro.pt/CustomPages/ShowPage.aspx?pageid=90c34c7a-76d8-4354-84fd-1ca48356242e&m=c22
    - por aqui, chegará ao concelho e à freguesia (Santa Isabel do Monte) onde fica o Monte Castro (Monte Crasto, no dizer popular).

    ResponderEliminar